Pesquisa estuda impactos de Instituições de Ensino Superior em cidades médias do Nordeste

A influência das instituições de Ensino Superior [IES] no desenvolvimento de cidades nordestinas de médio porte é o objeto da pesquisa desenvolvida pela Universidade Estadual Vale do Acaraú [UVA], com a participação de pesquisadores de outras três IES. 

A pesquisa é financiada pelo Governo do Ceará, com recursos do Edital de Bolsa de Produtividade em Pesquisa e Estímulo à Interiorização [BPI] da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico [FUNCAP].

Coordenada pela Professora Virgínia Holanda, do Curso de Geografia da UVA, o trabalho intitulado “A ampliação do Ensino Superior nas cidades médias nordestinas e seus rebatimentos no espaço urbano e regional” teve início em abril de 2016 e concentra os estudos nas cidades cearenses de Crato, Juazeiro do Norte e Sobral e, ainda, nas cidades de Parnaíba [Piauí], Mossoró [Rio Grande do Norte] e Campina Grande [Paraíba], envolvendo pesquisadores da Universidade Federal do Piauí [UFPI], Universidade Federal do Rio Grande do Norte [UFRN], Universidade Estadual do Ceará [UECE] e Universidade do Estado de Rio Grande do Norte [UERN].

De acordo com a Professora Virgínia Holanda, o objetivo do projeto é "avaliar, a partir do estabelecimento das IES nessas cidades, as consequências para o desenvolvimento regional e em que medida elas têm favorecido os investimentos do setor público e do setor privado". Foram considerados na pesquisa aspectos como a chegada de redes de supermercados e shopping centers; melhorias na infraestrutura urbana; expansão da oferta de serviços e modernização do comércio.

O trabalho assinala, por exemplo, as transformações observadas na infraestrutura dessas cidades, como a implantação do sistema de transporte urbano com o uso de veículo leve sobre trilhos [VLT], em Sobral, e o “aumento significativo no saneamento básico, a exemplo de Parnaíba, que hoje tem 90% da cidade coberta, fato ocorrido na última década”, afirma a professora Virgínia. 

A pesquisa na UVA conta com a participação de cinco bolsistas de Iniciação Científica, orientados pela Professora Virgínia e, em setembro de 2017, o trabalho será apresentado em Portugal. “Em abril de 2018, quando teremos encerrado a pesquisa, será publicado um livro sobre o trabalho”, afirma Virgínia Holada. 


Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :