Açude Orós inicia julho com menos de 10% de água acumulada

1 centímetro. Esta é a média diária da perda de água acumulada na Barragem Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, mais conhecido como Açude Orós.

Após o período de quadra chuvosa, compreendido entre os meses de fevereiro a maio, o espelho d'água contudo não conseguiu recarregar sua capacidade e viu, ao iniciar este mês de julho, o nível de acumulação hídrica cair abaixo dos 10%.

No dado mais recente, anotado nessa terça-feira [04] no Portal Hidrológico do Ceará, da Funceme, o Açude Orós apresentava-se na cota 183,42m, com 193.250.000 m³ de água acumulada ou 9,96% do total. 

Os dados são verificados com base na batimetria, que calcula a quantidade real de água represada, que está presente junto com com o sedimento acumulado no fundo do reservatório. 

A perspectiva de preocupação diz respeito ao segundo semestre, com histórico de pouca chuva e com altas temperaturas e usos ampliados pelas comunidades que são beneficiadas com a liberação de água, a exemplo do que é transferido para Feiticeiro, em Jaguaribe, e o açude Lima Campos, em Icó.

* Foto: flickr arquivo
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :