Calçadas Vazias

Até pouco tempo, aqui, nesta deslumbrante e aconchegante cidade de Icó, o Éden cearense, os cidadãos podiam sentar-se em suas respectivas calçadas, juntamente com seus familiares e alguns amigos quando a noite entrava silenciosa a pouco e pouco, mas agora, apavorados pelo terrível medo dos famigerados assaltantes, recolhem-se humilhados em casa, como num claustro, como a cumprir um rígido regime carcerário imposto pelos violentos bandidos, que deviam estar banidos do seio da sociedade humana.

Os artistas do assalto, montados em motos insuportavelmente barulhentas, de capacete ou sem capacete, mostrando como lei um infalível revólver através do qual extorque o patrimônio de suas vítimas, humilhando-as, prometendo-lhe até a morte, o que às vezes lhe dá.

Há poucos dias, dois bandidos entraram em duelo, e, um deles, ao atirar, atingiu um homem já velho, um septuagenário, que veio a falecer, pois o mesmo encontrava-se em sua calçada, sentado, a meditar, quem sabe.

Segundo os mais antigos, o Padre Cícero havia profetizado que "chegará o tempo em que a roda grande entrará na pequena". Será que essa hipotética profética está se cumprindo neste vetusto município eternamente abençoado pelo indelével sangue do Senhor do Bonfim?

Os policiais, tanto os militares quanto os civis, no duro combate contra os violentos patológicos, vêm cumprindo honrosa e rigorosamente seus deveres de vigilantes e defensores da ordem pública, da moral e dos bons costumes, pois, em tal combate, põem a própria vida em sérios riscos, e, em recompensa, fazem jus ao reconhecimento da sociedade, e, em particular, da família.

O Egrégio Ministério Público estadual cearense, nesta irreprochável Comarca sábia e digninamente representada pelo Doutor Thiago Marques Vieira, Magníloquo Promotor de Justiça, vem promovendo proveitosas Audiências Públicas com a significativa finalidade de orientar os segmentos sociais através de prudentes esclarecimentos em função do necessário combate à violência dos violentos patológicos e ptogênicos.

Sabido é, que o Conspícuo Promotor de Justiça titular desta Comarca, cujo nome merece ser sempre repetido, Doutor Thiago Marques Vieira, no cumprimento de seu mister ministerial, efetivamente, vem promovendo e fiscalizando a execução das leis penais com excelsa competência, e, assim, tudo em função do equilíbrio das energias sociais.

No auge do desespero provocado pela alta periculosidade dos calafanges nativos e forasteiros, os cidadãos dizem: "só vai aumentando o tamanho e o peso da gravidade das penas criminais".

Já por outro lado, alguns estudiosos do Direito Penal asseveram que a questão não se exaure no aumento da gravidade da pena, mas sim, meter na cabeça do criminoso, bem dentro, a CERTEZA de que ele será efetivamente punido.
Com os pesares e apesar dos pesares, a vida continua, e as calçadas também, mas vazias, ouvindo a suave melopédia da brisa do Aracati.

* Texto escrito e enviado pelo advogado decano Dr. Francisco Rossini Farias Camelo
Publique no Google Plus

Publicado por IN

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :