Futuro chefe do Escritório Técnico do Iphan em Icó elogia sitio histórico da cidade


Ainda no aguardo para oficializar sua presença no município icoense, o futuro chefe do Escritório Técnico do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional [IPHAN] em Icó, Márcio Carvalho, parabenizou pela conservação do sítio histórico local.


"Acabo de chegar aqui no Icó, esperava vir semana passada, oficialmente ainda não assumi o Escritório Técnico, mas fui incumbido dessa missão e a expectativa é das melhores possíveis, já me impressiona muito a situação física do sítio histórico e a qualidade de conservação também", pontuou.

Em 11 de abril deste ano, o  Diário Oficial da União [DOU] publicou a portaria nº 177, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional [IPHAN], do Ministério da Cultura, confirmou a exoneração do chefe do Escritório Técnico do Iphan em Icó, Erick Mendes Rolim, a pedido dele próprio.

O documento teve efeito retroativo a partir de 11 de março de 2014 e, desde então, o Escritório Técnico do Iphan em Icó encontra-se vago até a nomeação oficial de Carvalho. "A gente espera desenvolver e dar continuidade ao trabalho muito bem feito pelo Erick e avançar em outras frentes, através do fomento, da difusão e promoção do patrimônio cultural, além da rotina de fiscalização", anotou.

Márcio destacou que a presença do IPHAN em Icó deverá se intensificar em breve, a partir da instalação do Escritório Técnico, após a obra de restauro da Casa de Cultura Sobrado Mariinha Graça, que irá abrigar o espaço.

"A instalação do escritório técnico aqui é um projeto a médio prazo, que depende dessa obra de restauração dessa edificação, mas já tenho boa perspectivas para fazer uma gestão integrada junto ao município, associado à Casa do patrimônio, que é um dos projetos que o IPHAN desenvolve em gestão compartilhada com o Município, o Governo do Estado e a sociedade civil", destacou Carvalho.

A atuação do IPHAN em Icó "será essa fonte direta, aberta de comunicação, espaço dinâmico, que é a Casa do Patrimônio, associado ao escritório técnico que venha a fortalecer essa gestão do patrimônio cultural aqui no Icó", ressaltou Márcio.

Sobre a oficialização do nome para iniciar a atuação no sítio histórico de Icó, "a nomeação está por sair já, foi solicitado à Brasília, e a ideia é de estabelecer visitas quinzenais para atividades de rotina e de fiscalização, nas atividades de reunião de Conselho ou alguma situação que necessite de deslocamento extra o período quinzenal, até a gente se firmar aqui e estabelecer essa permanência cotidiana aqui na cidade", finalizou ele.
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :