Detento é encontrado fora da cela da Cadeia de Icó com sinais de embriaguez e Polícia faz T.C.O. contra ele e diretor da cadeia

Na madrugada dessa terça-feira [22], por volta das 2h45, uma composição policial estava de prontidão defronte à Cadeia Pública de Icó quando foi acionado por um soldado permanente da Cadeia.

De acordo com o policial militar que se encontrava no estabelecimento prisional, detento Humberto Soares da Silva, 25, conhecido por "gaguinho", preso do regime fechado, estava embriagado e fora da cela, fato presenciado pela composição da PM.

Conforme as informações, a composição policial também presenciou o diretor da Cadeia Pública de Icó, Júlio José Nunes Moraes, 40, chamar um PM de abestado", quando o soldado disse que iria tomar as providências acerca dos fatos ocorridos na Cadeia.

Policiais militares ainda verificaram que o detento estava com sinais claros de embriaguez e foi recolhido no local duas garrafas "pet" vazias com cheiro forte de bebida alcoólica, aparentemente de conhaque Dreher. O detento afirmou, na ocasião, que havia ingerido bebidas alcoólicas junto com o diretor dentro da sala da direção. 

Ainda no interior da Cadeia Pública de Icó, segundo os PMs, o detento chamou toda a composição policial de "pirangueiros" e ele e o diretor se recusaram a fazer o teste do bafômetro. Ambos foram levados até a Delegacia Regional de Polícia Civil de Icó, onde o diretor da cadeia Júlio foi enquadrado no T.C.O onde constam os artigos 319 [prevaricação] e 331 do CPB [desacato] e o detento Humberto foi enquadrado no artigo 331 [desacato].


* Com informações da Polícia Militar, através da 2ª Companhia de Icó do 10º BPM de Iguatu
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :