Sesa aponta 96 casos de dengue em Icó, secretário confirma "surto" e força-tarefa é iniciada

Números do boletim atualizado da Secretaria da Saúde do Estado [Sesa], divulgado na última sexta-feira [11], apontam para um preocupante dado com  relação à dengue em Icó.

De acordo com a Sesa, os primeiros três meses apontam para 96 casos da doença em território icoense, colocando o Icó na quarta colocação em casos no Ceará, atrás de Tauá [521], Fortaleza [306] e Campos Sales [121].

Conforme a Secretaria da Saúde do Estado, janeiro registrou 14 casos, fevereiro 73 casos e março 9 casos. Em incidência por 100.000 habitantes, enquanto a média do Ceará chegou a 78,97, em Icó é quase o dobro, com 143,53.

Os números são de surto, de acordo com o secretário de Saúde de Icó, Dr. Luis Carlos Schwinder. O surto é um termo usado na epidemiologia para identificar quantidades acima do normal de doenças contagiosas ou de ordem sanitária.

"Na semana estará chegando uma equipe do Estado, porque nós estamos com surto. Não temos ainda epidemia, mas temos que começar a nos preocupar com esse número excessivo de pacientes com dengue", disse Schwinder.

O responsável pela pata da Saúde em Icó ainda detalhou que "nós temos aqui [em Icó] nos três meses, nós já fechamos, 24 casos confirmados por sorologia e mais 91 casos clinicamente confirmados  no Município de Icó, ou seja, pessoas que tem todos os sintomas, mas eles não são comprovados por laboratório, por sorologia".

FORÇA-TAREFA - De acordo com a coordenadora da 17º Coordenadoria Regional de Saúde [Cres] de Icó, Dra. Luciana Barreto, nesta segunda-feira [14] tem início em Icó, além de Lavras da Mangabeira e Umari, as atividades da Força-Tarefa de Combate à Dengue.

Conforme Barreto, uma equipe formada por 23 profissionais, entre técnicos, agentes de endemias e motoristas, ficarão na região em média 3 semanas.

A ação é coordenada pela Secretaria da Saúde do Estado, em parceria com as respectivas Prefeituras e atuará em áreas críticas com maiores índices de infestação.

Na ocasião, nos três municípios, incluindo o Icó, serão utilizados dois carros fumacê, 21 bombas costais e um quantitativo de 80 profissionais diretamente envolvidos.

COLABORAÇÃO DA POPULAÇÃO - Durante entrevista no programa Rubens Brasil, da Brasil FM, no último dia, o secretário municipal de Saúde pediu a colaboração da população icoense no combate à dengue. "Queremos que a população nos ajude. Não depende somente da gestão, depende muito da nossa sociedade, de que colabore em receber nossos agentes [de endemias] e cuidar para que não haja focos na sua residência.

A 17º Coordenadoria Regional de Saúde [Cres], sediada em Icó, destaca a importância da participação popular no combate à dengue e que poder público sozinho não poderá vencer a doença. "Todos somos co-responsáveis nesta guerra contra o mosquito da dengue, já que todos os levantamentos apontam que cerca de 90% dos focos de infestação estão dentro das casas. FAÇAMOS A NOSSA PARTE!", destaca.

Segundo Cleudi Dantas, coordenador de Endemias da Secretaria municipal de Saúde, em entrevista à emissora radiofônica informou um problemas antigos, como a entrada dos agentes de endemias nas residências. "Uma casa fechada pode estar virando um foco e ele pode transmitir a doença para inúmeras casas,  já que um mosquito tem a capacidade de infectar cerca de 30 pessoas e raio de atuação de 300 metros.

"Nós trabalhamos atualmente com 25 agentes e eles trabalham na sua área de atuação na área urbana e área rural. Este período de chuva é o período que tem números mais elevados. Temos dificuldades com terrenos, que acumulam água, e nesses terrenos que recebem entulhos como pneus", destacou Cleudi Dantas.

RANKING DO CEARÁ [casos confirmados]:

1°_Tauá - 521 casos;
2º_Fortaleza - 306 casos;
3º_Campos Sales - 121 casos;
4º_Icó - 96 casos
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :