Medalha da Abolição é entregue a três personalidades cearenses

O Palácio da Abolição, sede do Governo do Estado do Ceará, realizou, no último dia 25, a festa da entrega da Medalha da Abolição, a mais alta comenda outorgada pelo Governo. 

Neste ano a Medalha foi concedida para três personalidades de destaque no Ceará: ao empresário e chanceler Airton Queiroz, ao jornalista Demócrito Dummar [in memoriam] e ao artista plástico Sérvulo Esmeraldo. 

Os agraciados deste ano receberam das mãos do governador Cid Gomes as medalhas e os diplomas referentes às comendas. "Esta é uma forma de aplaudir e dizer que temos muito orgulho de nossa concidadania. Airton Queiroz, Sérvulo Esmeraldo e Demócrito Dummar dignificam a comenda que aqui foi entregue. Guerreiros, talentosos, destemidos, sem dúvida pessoas à frente do seu tempo, se vivessem nos idos de 1884, com certeza teriam sido abolicionistas", discursou Cid Gomes.

A concessão da Medalha da Abolição aconteceu no aniversário de 130 anos da libertação dos escravos no Estado do Ceará, quatro anos antes da Lei Áurea de 1888. O Ceará foi a primeira província a abolir o sistema escravista em seu território, tendo notadamente iniciado em Redenção. Na ocasião, o Governador lembrou o feito histórico onde destacou como um ato que mostra característica marcantes do povo cearense e como a sociedade deve hoje se inspirar para superar as adversidade da democracia atual.

"A Medalha da Abolição, a mais alta comenda outorgada pelo Governo do Estado, vem, a cada ano, renovar na sociedade a lembrança de 1884. Hoje, é claro, vivemos uma democracia, duramente reconquistada, e usufruímos de liberdade plena. Já não há senzalas nem calabouços, nem correntes a serem quebradas. Há, isto sim, um novo país a edificar, empreitada que requer o envolvimento de governos e sociedade, com todas as nossas forças vivas trabalhando lado a lado, orientadas no sentido de oferecermos, aos nossos filhos, um Brasil próspero e, sobretudo, um país justo, fraterno, onde não haja espaço para as desigualdades absurdas que ainda separam as classes sociais e as regiões geoeconômicas" destacou.

Cid Gomes também aproveitou para reforçar compromissos assumidos em sua gestão, onde ações que objetivam tornar nosso Estado mais justo e próspero para todos os cearenses. Ele destacou ações nas áreas da educação, saúde, segurança. "Na área da saúde, os ganhos resultam de uma decisão política corajosa, qual seja, edificar, no Ceará, a melhor rede de saúde pública do País. Os resultados são palpáveis: os Hospitais Regionais de Sobral e Juazeiro, com equipamentos os mais sofisticados", exemplificou.

O chefe do executivo estadual finalizou seu discurso mencionando a importância dos cearenses agraciados nesta noite. "Aqui estamos para dizer a três cearenses ilustres – um deles, presente apenas em nossa memória – que os admiramos imensamente e que os consideramos exemplos a serem apontados às novas gerações. Chanceler Airton Queiroz, artista plástico Sérvulo Esmeraldo, familiares do jornalista Demócrito Dummar, a Medalha da Abolição, que hoje lhes é entregue, tem o condão de traduzir sentimentos. Ela fala de nossa admiração pelo empresário, o artista, o homem da comunicação, que ajudaram a mudar o Ceará com sua Universidade, suas indústrias, seus jornais e emissoras de rádio e TV, suas esculturas tão inspiradas e tão inspiradoras . O Ceará ficou melhor – e mais belo – depois que vocês passaram a atuar profissionalmente no meio do seu povo", concluiu Cid Gomes.

O agraciado, empresário e chanceler Airton Queiroz, agradeceu a homenagem relembrado a data que tornou o Ceará referência no combate ao trabalho escravo. "Estou muito feliz em figurar ente as personalidades hoje e relembrar o primeiro feito histórico do povo cearense. Uma data que demonstra o esforço de povo e que torna o Ceará um destaque nacional", disse.

O artista Sérvulo Esmeraldo discursou rememorando a importância dos outros dois agraciados. "Foi uma feliz escolha dos agraciados desse ano, ao modo que cada um contribui para o desenvolvimento do nosso Estado. Agradeço profundamente aos amigos, ao povo cearense, e que posso dizer no mínimo é o meu muito obrigado", destacou.

A empresária Luciana Alcântara Dummar recebeu a Medalha da Abolição em nome do seu pai, Demócrito Dummar [in memoriam]. Emocionada, agradeceu a homenagem prestada ao jornalista. "Pelas minhas mãos eu seguro as mãos do meu pai. Receber essa homenagem tem um caráter de parar e refletir sobre quem fez muito pela comunicação do Ceará. Espero que ele esteja feliz por receber essa homenagem de um homem que sempre honrou a história do meu pai, o governador Cid Gomes. Meu pai é um homem que deve ser lembrado sempre, um exemplo de quem viveu e morreu da forma que quis. Meu muito obrigado", finalizou Luciana Dummar.


Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :