Mais de 22 mil unidades habitacionais serão construídas no Ceará

Na última quarta-feira [26], o governador Cid Gomes assinou junto a Caixa Econômica Federal o Programa de Financiamento de Contrapartidas do PAC [CPAC], no valor de R$ 120,4 milhões, que vai garantir a construção de 22.721 unidades habitacionais em todo o Ceará. 

Das unidades que serão subsidiadas com o aporte, 10.474 mil já começam a ser construídas a partir de hoje, já que na ocasião foram assinadas ordens de serviço para construção de mais de seis mil casas e a retomada das obras de outras três mil unidades nos municípios de Fortaleza e Caucaia. A solenidade, realizada no Palácio da Abolição, contou com a presença do Ministro das Cidades, Gilberto Occhi, e do vice-presidente José Henrique.

Todas as unidades contarão com o montante de R$ 1,05 bilhão do Governo Federal, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida [MCMV]. “Esta ação vai dá um ritmo muito mais célere na partição do Ceará no Programa Minha Casa Minha Vida. Em um primeiro momento desse Programa o Ceará teve uma participação muito pequena, mas agora o Estado avaliou e está dando um aporte de uma forma mais justa, serão mais de R$ 1 bilhão por parte do Governado Federal e R$ 120 milhões por parte do Governo Estadual, isso vai fazer com que o Ceará tenha uma participação mais forte na redução do deficit habitacional”, explicou Cid Gomes.

A construção de 6.698 novas unidades habitacionais beneficiarão os municípios de Crateús [795 unidades habitacionais]; Maracanaú. [272]; Canindé [495], Crato [1.578], Maranguape [294] e Fortaleza [3.264]. Além disso foi autorizada a retomada das obras de 3.776 unidades, em Caucaia [2.656 casas] e Fortaleza [1.120], do MCMV I em que o Estado não era autorizado a entrar com aporte financeiro. 

“O Ceará tem se destacado, dado uma importante demonstração para o Programa Minha Casa Minha Vida. Um ato diz mais do que palavras e nós estamos aqui hoje não estamos falando, estamos fazendo. Está de parabéns o povo cearense que mostrou ser capaz de lutar pelo seu direito de ter uma moradia digna”, destacou o Ministro Gilberto Occhi. Ainda segundo o gestor, o Ceará é referência no Programa e já conta com mais de 100 mil unidades habitacionais contratadas.

Segundo informações da Secretaria das Cidades, em um segundo momento será autorizado o início das obras da construção das outras 12.247 unidades. Nessa etapa serão beneficiados os municípios de Acaraú [500 unidades habitacionais], Barbalha [400], Crateús [300], Granja [500], Quixeramobim [600], Russas [420], Limoeiro do Norte [625], Aracati (200), Itapipoca [750] e outras 8.022 unidades em Fortaleza. 

“Com a política habitacional que vem sendo conduzida aqui no Estado, serão mais de 83 mil unidades contratadas só em parceria com o Governo do Estado. Isso significa mais de 350 mil pessoas beneficiadas. Queremos agradecer ao Governo do Estado, em junto com a Caixa, ser mais um parceiro dessa condução que estamos construindo no Ceará”, destacou o vice-presidente José Henrique.

Presente na solenidade, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, destacou a parceria com os Governo Federal e Estadual, na redução do deficit habitacional do município. “Há o elemento fundamental nessa Programa que é a decisão da Presidenta Dilma Rousselff, que é a alocação de recursos, o apoio do Ministério das Cidades em dá mais celeridade aos trâmites do Programa, os Bancos que têm sido parceiros, mas não fosse a decisão do Governo do Estado certamente os investimentos não seriam viabilizados”, reforçou.

Segundo a Secretaria das Cidades, as famílias beneficiadas com as unidades autorizadas devem ser cadastradas pelos municípios e atender aos critérios estabelecidos pelo Programa Minha Casa Minha Vida.

A solenidade contou a presença do vice-governador, Domingos Filho; os secretários estaduais, Danilo Serpa [Gabinete do Governador] e Carlos Ferrentini [Cidades]; o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, José Albuquerque; os deputados Camilo Santana, Paulo Henrique Lustosa, Edson Silva, Padre José Linhares, Osmar Baquit, Lula Morais, Sineval Roque, Sérgio Aguiar e Manuel Duca; o presidente da Câmara dos Vereadores, Walter Cavalcante; o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Ceará, André Montenegro; e demais autoridades.


* Com informações da Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado e da Casa Civil
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :