Lucílvio critica fechamento de hospitais e falta de atendimento do SUS

No primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa da última quinta-feira [27], o deputado Lucílvio Girão [SDD] destacou o fechamento de hospitais e a interrupção de tratamento pelo Sistema Único de Saúde [SUS], devido aos dos baixos valores pagos pelo Ministério da Saúde.

“Vários hospitais fecharam o atendimento público ou faliram, nos últimos anos, porque não existe reajuste do SUS desde 1996”, observou. 

O parlamentar destacou que, com a falta de hospitais operando pelo SUS, as filas aumentam nas unidades de saúde públicas, causando superlotação. “Existe orçamento e é preciso resolver o reajuste do SUS. Quanto mais hospitais desistem do Sistema Único de Saúde ou fecham, mais dificuldades o setor da saúde vai apresentar”, disse. 

Durante seu pronunciamento, o deputado parabenizou a Fundação Edson Queiroz pela campanha de doação de órgãos “Doe de Coração”. A iniciativa existe desde 2003 e procura estimular a sociedade, por meio de campanhas efetivas de conscientização, da importância da doação de órgãos. 

“A campanha “Doe de Coração” é um ato de amor e de solidariedade com o próximo”, salientou. Lucílvio Girão ressaltou que hoje em dia, o Ceará supera a média nacional em número de doadores efetivos. “O Grupo Edson Queiroz merece agradecimentos, juntamente com o Governo do Estado que dá apoio a campanha e têm avançado bastante na área da saúde, principalmente em transplantes de órgãos”, afirmou.

Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :