Heitor Férrer critica segurança pública no Ceará

Durante o primeiro expediente da sessão plenária da última quarta-feira [26], o deputado Heitor Férrer [PDT] criticou as ações do Governo do Estado na área da segurança pública e disse que Cid Gomes fracassou no setor. 

“Ele se elegeu com esse tema e, passados quase oito anos, os números só aumentaram. Cid Gomes vendeu o produto na campanha e não fez a entrega”, pontuou.

O deputado apresentou dados da mídia e também do site da Secretaria de Segurança do Ceará. Heitor comparou números de Fortaleza e de São Paulo e disse que ficou assustado. “Um noticioso informou que foram 83 homicídios em São Paulo, no mês passado. Tivemos aqui, segundo a Secretaria de Segurança, 394 assassinatos em fevereiro deste ano”, apontou.

O parlamentar apresentou índices do mesmo período de 2013 e 2014, que comprovam o aumento do número de homicídios. Conforme citou, em janeiro do ano passado, foram 366 e, no mesmo período de 2014, 409. Comparando o mês de fevereiro foram 304, em 2013, e 394 no mesmo período deste ano. “Foram 4.462 pessoas assassinadas em 2013 no Ceará. Nos quatro países do Reino Unido, foram 500 homicídios”, frisou.

Sobre a reportagem divulgada no Fantástico do último domingo, que coloca Fortaleza entre as 10 mais violentas do mundo, o parlamentar disse que não importa a colocação da cidade no ranking, mas sim a insegurança entre os habitantes. 

“Dizem que a Rede Globo mentiu. Isso não importa. Se somos a 7ª ou a 1.000ª, o fato é que somos uma cidade essencialmente violenta e que apenas 5% dos crimes são elucidados. O resto fica impune e a impunidade gera mais violência”, enfatizou.

O parlamentar citou o uso das drogas e a falta de investimentos no combate ao tráfico e ao uso como causas da violência. “Cid admitiu saber que o crack é o grande responsável e aplicou apenas 0,1% dos recursos do Estado no tratamento dos dependentes químicos”, assinalou.

Em aparte, o deputado João Jaime [DEM] acrescentou ainda que, em 40% dos crimes cometidos no Estado, não são abertos sequer inquérito investigativo. “Não tem gente para fazer investigação. Tem delegacia que tem apenas o delegado e mais nada”, ressaltou.

O vice-presidente da Casa, Tin Gomes [PHS], destacou os investimentos do governador na área da segurança pública. “Realmente não está como queríamos, mas nunca tinha sido investido tanto dinheiro na área. Quanto ao combate às drogas, muito investimento vem em várias secretarias diferentes, como as Escolas Estaduais de Educação Profissionalizantes [EEEPs]”, destacou.

A deputada Eliane Novais [PSB] afirmou que toda a população espera por melhora na segurança, nem que para isso seja necessária uma interferência do Governo Federal. “Que até o final do governo Cid a segurança nacional venha para o Ceará”, acrescentou.


* Com informações da Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :