DNOCS recebe R$ 20 milhões e avalia execução do Programa Água para Todos

Os R$ 20 milhões para investimento em sistemas simplificados de abastecimento de água do Programa Água para Todos, que haviam sido contingenciados no final de 2013, foram liberados pelo Ministério da Integração Nacional para aplicação em pequenas comunidades rurais atingidas pela seca. 

Foi discutido nessa terça-feira [1º] na sede do DNOCS em Fortaleza com os coordenadores do Departamento nos estados, o andamento da perfuração de poços, instalação de chafarizes, reservatório elevado de água, barragens subterrâneas e pequenas adutoras para o abastecimento domiciliar das famílias.

O diretor geral do DNOCS, Emerson Fernandes Daniel Júnior, e o diretor de Infraestrutura Hídrica, Glauco Mendes, colheram, na ocasião, dados sobre a execução do Programa Água para Todos, as pendências e o cronograma para realização dos serviços contratados. 

Foram solicitadas pelo Diretor Geral informações dos coordenadores estaduais sobre a quantidade de poços perfurados em 2012, 2013 e 2014. O total em 2013 foi estimado em mais de 2 mil unidades. Só a CEST da Paraíba perfurou 343 poços, observou o diretor de Infraestrutura.

Kátia Távora, da Coordenadoria Estadual [CEST] de Pernambuco, observou que o Programa Água para Todos tem dado visibilidade ao DNOCS em área onde o Departamento não tinha ação. Segundo ela 30% dos poços perfurados em Pernambuco estão secos por motivo de super-utilização do lençol freático e de não ter havido recarga do manancial.

Um exemplo de sucesso foi citado pelo coordenador da CEST do Rio Grande do Norte, José Eduardo Alves. Segundo ele, os prefeitos têm elogiado a construção de 78 barragens subterrâneas, que beneficiaram 624 pessoas e já acumularam água com as chuvas recentes. A CEST-RN instalou 106 sistemas simplificados de abastecimento, que beneficiaram 17.524 pessoas, com mais de 300 Km de rede de distribuição de água.

O coordenador estadual do Rio Grande do Norte informou que em 80% dos sistemas as famílias já estão com água em casa na torneira. A meta prevista para a CEST foi superada - era de 70 barragens subterrâneas e 100 sistemas simplificados de abastecimento de água. No município de Equador, com população de 3 mil habitantes, que estava sob iminente colapso no abastecimento, foram instalados dois sistemas simplificados que atenderam 2 mil pessoas.

Em alguns estados a execução do programa se dá por dispensa de licitação devido ao decreto de emergência por motivo de seca e em outros, como é o caso de Pernambuco, por meio de licitação. A coordenadora da CEST de Pernambuco, Rosana Bezerra, informou que a execução do contrato com licitação foi iniciada em janeiro em quatro lotes com a meta de implantar em prazo de 180 dias 100 sistemas simplificados e 70 barragens, das quais 20 foram concluídas.

Os representantes da CEST do Piauí, Edson Pereira Morrês a Francisco Marne Martins, informaram que serão construídas cinco barragens subterrâneas, 113 poços profundos e 54 sistemas simplificados com poço, caixa d´água, adutora a bomba. A CEST da Paraíba licitou 45 barragens e está 22 sistemas simplificados de abastecimento com obras em andamento e outros 18 para dar ordem de serviço, informou o coordenador Solon Alves Diniz.

O coordenador da CEST de Minas Gerais, Gustavo Xavier Ferreira, informou que a demanda nos 80 municípios do Norte do Estado, área de atuação do DNOCS, supera mil poços. No Ceará, os pedidos por perfuração de poços somam 2.208, disse o coordenador estadual Falb Ferreira Gomes. Em Minas Gerais, pelo programa Água para Todos, foram contratados 47 sistemas simplificados e a perfuração de 86 poços, dos quais 65 já finalizados.

No Ceará, foram assinados dois contratos, um de perfuração de 183 poços com adutora e outro para a perfuração de 248 poços com chafariz. Com o contingenciamento, o total de poços com chafariz foi reduzido para 132 dos quais 50 foram com motobomba foram concluídos e 10 com adutora. A empresa aumentou de três para cinco as máquinas perfuratrizes. O contrato vai até maio.

Na Bahia, informa o representante da CEST, Raimundo Goethe Peixoto, está praticamente concluída a perfuração de 61 sistemas simplificados e a perfuração de 53 poços com chafariz. Em Sergipe, de acordo com Marcelo Moreira Rocha e Aécio Chaves da Silva, começou em fevereiro a instalação de 25 sistemas simplificados que vão beneficiar 4.600 pessoas e a perfuração de 35 poços que irão beneficiar 6.100 pessoas. Em Alagoas foram implantados 14 sistemas simplificados, informou o coordenador Paulo Maia de Souza Valente. 


Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :