Rompimento de adutora deixa Iguatu sem água

Desde o último sábado [8], a população de Iguatu, no Centro-Sul cearense, enfrentam problemas no abastecimento de água, após o rompimento da adutora do Açude Trussu.

A adutora é o principal sistema de captação e distribuição de água para a Estação de Tratamento de Água [ETA] da cidade, que conta com uma população superior a 70 mil pessoas.

De acordo com as informações, o  primeiro rompimento da tubulação ocorreu na noite da última sexta-feira, nas proximidades do distrito de Suassurana, distante 18 km da Sede de Iguatu.

Após o ocorrido, no sábado [8] e domingo [9], o Serviço Autônomo de Água e Esgoto [SAAE] de Iguatu enviou operários para consertar o tubo de captação de água. Nessa segunda-feira [10], a tubulação voltou a romper e uma equipe de 15 operários, revezaram o trabalho no serviço de conserto.

Mais de 80% da cidade de Iguatu enfrenta o problema. 20% do sistema de distribuição está em funcionamento, em razão do funcionamento apenas do antigo sistema de bombeamento de água de poços no Rio Jaguaribe. “Precisamos de 750 mil litros por dia e só temos 150 mil litros”, o diretor do SAAE de Iguatu, Edval Lavor.

Os moradores de Iguatu enfrentam desabastecimento. As casas sem caixas d’água são as mais prejudicadas. A previsão para a conclusão dos serviços é para as 3 horas da madrugada desta quarta-feira [12], de acordo com o diretor do SAAE. Segundo previsão do SAAE, o abastecimento deve ser normalizado na manhã desta quinta-feira [13]. Um carro-pipa da Prefeitura está a disposição do Hemocentro e dos dois hospitais da cidade.


Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :