Projeto do Senado permite abatimento de gasto com cuidador de idosos no Imposto de Renda

Os gastos com cuidadores domiciliares de idosos podem se tornar dedutíveis do Imposto de Renda. É o que prevê o Projeto de Lei do Senado [PLS] 57/2014, apresentando esta semana pelo senador Waldemir Moka [PMDB-MS].

A matéria está na Comissão de Assuntos Sociais [CAS] do Senado Federal, onde aguarda o recebimento de emendas.

Na justificativa do projeto, o senador lembra que, nos últimos anos, tem ocorrido um constante aumento da expectativa de vida. 

No entanto, o envelhecimento da população também traz outros efeitos, sendo comum indivíduos com idade mais avançada apresentarem incapacidade física ou mental, em graus diversos.

Moka lembra que as pessoas incapacitadas e suas famílias comumente necessitam do auxílio de profissionais qualificados, de forma que a presença dos chamados cuidadores de idosos nos lares tem sido cada vez mais frequente. O senador, que é médico, afirma que a atenção domiciliar tem claras vantagens em relação à internação hospitalar, além de proporcionar convívio familiar mais intenso.

O senador acrescenta que os gastos efetuados com cuidadores são elevados e desequilibram o orçamento familiar. No entanto, lembra Moka, ao contrário das despesas com médicos, dentistas, fisioterapeutas e outros profissionais da saúde, os gastos efetuados com cuidadores ainda não são dedutíveis da base de cálculo do Imposto de Renda, conforme a legislação atual. Na visão do senador, a medida certamente trará grande alívio aos orçamentos das pessoas idosas portadoras de incapacidade e de suas famílias.


* Com informações da Agência Senado
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :