Mutirão analisa 2.288 processos em quatro dias na Comarca de Mauriti

O mutirão realizado pela Corregedoria Geral da Justiça do Ceará na Comarca de Mauriti, no Cariri cearense, analisou 2.288 em quatro dias. A força-tarefa teve início no dia 10 de março e se estendeu até o último dia 14.

No período, foram proferidas 545 sentenças e 586 decisões interlocutórias, além de 1.157 despachos. O objetivo foi diminuir o acervo processual, tendo em vista que a unidade judiciária está sem juiz titular. Atualmente, a juíza Maria Lúcia Vieira, auxiliar da 1ª Zona Judiciária em Juazeiro do Norte, responde pela comarca.

Os trabalhos foram supervisionados pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Francisco Sales Neto. A iniciativa foi uma determinação do presidente do Tribunal de Justiça do Ceará [TJCE], desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido.

Participaram do mutirão, sem prejuízo das funções, os magistrados Alexandre Santos Bezerra Sá [3ª Vara de Barbalha]; Ana Carolina Montenegro Cavalcanti [Jati]; Herick Bezerra Tavares [Nova Olinda]; Hyldon Masters Cavalcante Costa [Groaíras]; João Pimentel Brito [Ipaumirim]; Juraci de Souza Santos Júnior [Jardim]; Larissa Braga Costa de Oliveira [Cariús]; Luís Sávio de Azevedo Bringel [3ª Vara Cível de Juazeiro do Norte]; Matheus Pereira Júnior [Vara Única de Caririaçu] e Ronald Neves Pereira [Porteiras].


* Com informações do TJCE
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :