Inácio Arruda culpa a burocracia pela falta de milho no Nordeste

O senador Inácio Arruda [PCdoB-CE] reclamou da burocracia da Companhia Nacional de Abastecimento [Conab], que estaria impedindo que o milho produzido em Mato Grosso chegue ao Nordeste e, especialmente, ao Ceará. 

Disse que enquanto o grão sobra no Centro-Oeste, demora a chegar aos nordestinos, vítimas da seca.

"A burocracia e os carimbadores criam dificuldades. Só o Ceará precisaria de 30 mil toneladas ao mês. Os nossos criadores são penalizados com um período longo de estiagem e ainda são penalizados pela burocracia infernal que contamina qualquer governo", protestou o senador.

Inácio Arruda disse ainda que, em companhia do presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo, Antônio Carlos Valadares [PSB-SE], convidou o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, para um seminário que será promovido pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo [CDR] do Senado, em Recife [PE]. O encontro vai discutir medidas para o fortalecimento da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste [Sudene].

"O nosso seminário tem o objetivo de discutir com o órgão central de planejamento. A Sudene é o órgão responsável pela discussão, planejamento e execução de determinadas políticas da nossa região. Então, esse órgão não pode ser fraco", disse.


* Com informações da Agência Senado
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :