Governo inaugura o novo Centro das Rendeiras do Iguape

Maior polo de produção artesanal de renda de bilro do Ceará, a praia do Iguape, no Município do Aquiraz, ganhou na última terça-feira [25], o Centro das Rendeiras Miriam Porto Mota. 

Com área total construída de 1.173m², de frente para o mar, o novo Centro constitui-se em um local de produção e comercialização do artesanato cearense e irá beneficiar, diretamente, as 56 famílias de rendeiras que ali trabalham, além de incrementar o turismo regional e fortalecer a atividade artesanal da região. O investimento na obra foi de R$ 838.249,21.

O Centro de Rendeiras foi inaugurado pelo governador Cid Gomes e pelo secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social [STDS], Josbertini Clementino. Construído em formato de um navio ancorado à praia, numa homenagem aos pescadores cearenses, o novo equipamento consta de três pavimentos, sendo dois destinados aos boxes de produção, exposição e venda do artesanato, para cada uma das rendeiras.

ESTRATÉGICO No terceiro andar, foi instalada uma cafeteria e área de lazer, um mirante, de onde se pode apreciar o mar, à frente, e às dunas do Iguape, por trás. "O Centro das Rendeiras Miriam Porto Mota é um marco estratégico do complexo artesanal e turístico de Aquiraz, que chega para cumprir a missão de valorizar as artesãs e suas famílias, escopo principal das políticas públicas do artesanato do Estado, além de modernizar a área", ressalta Josbertini.

O equipamento recebe a assinatura do arquiteto cearense Antenor Coelho, segundo quem, buscou a inspiração nos barcos pesqueiros, para delinear as formas e a estrutura do Centro. “O artesanato e a pesca são as principais atividades econômicas da comunidade do Iguape, e estão diretamente interligadas, contribuindo bastante para manter viva a cultura local e promover o turismo do Ceará”, justifica o titular da STDS.

Conforme antecipa, o novo centro dispõe de espaços físicos adequados ao trabalho e ao atendimento dos clientes, - cearenses e turistas que visitam semanalmente o Iguape, - além de que garante, igualmente, acessibilidade com segurança para pessoas com deficiência. A obra foi concebida pela Coordenadoria do Artesanato e Economia Solidária da STDS.


* Com informações da Assessoria de Comunicação Social da STDS
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :