Exposição "Corpo Alheio segue no Sesc Senac Iracema, em Fortaleza

Quantas possibilidades semânticas pode ter um corpo? De que maneiras pode, visualmente, através da fotografia, o corpo ser representado e ter significação? Estas questões estão na Exposição Corpo Alheio.

É na semiótica do corpo, que a Exposição Corpo Alheio se debruça para apresentar o trabalho de sete fotógrafos. A abertura aconteceu na última quinta-feira [27], às 19h, no Sesc Senac Iracema

Irrequietos pesquisadores visuais, os fotógrafos Beto Skeff, Fernanda Leal, Marília Oliveira, Markos Montenegro, Nely de Carvalho, Régis Amora e Vanessa Andion elegeram o corpo alheio – que pode ser o seu próprio – como foco das imagens. O trabalho, que se mostrou bastante diversificado e visualmente heterogêneo, fica em exposição até o dia 13 de abril, com acesso gratuito.

A exposição Corpo Alheio, idealizada pelo Descoletivo – coletivo de fotógrafos cearenses –, com a curadoria do artista visual Ademar Assaoka, mostra suas proposições codificadas impressas nos corpos. Todo corpo é político, semiótico e passível de representação.

SERVIÇO:
Exposição Corpo Alheio 
Coletiva dos fotógrafos: Beto Skeff /Fernanda Leal /Marília Oliveira / Markos Montenegro/ Nely de Carvalho/ Régis Amora / Vanessa Andion
Curadoria: Ademar Assaoka
Local: Sesc Senac Iracema (Rua Boris, 90 – Praia de Iracema)
Abertura: 27/2  
Horário: 19h
Visitação: até 13/4  
Horários: seg a sex 9h às 19h | sáb e dom 16h às 21h
:: Gratuito :::


* Com informações do SESC Ceará
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :