Juízes conhecem funcionamento do processo eletrônico que será implantado no Interior

Juízes de Comarcas do Interior do Estado visitaram o Fórum Clóvis Beviláqua, na última sexta-feira [21], para conhecer a experiência da implantação do Sistema de Automação Judicial [SAJ] na Justiça de Primeira Instância da Capital. 

O encontro foi conduzido pelo presidente da Comissão de Informática do Tribunal de Justiça do Ceará [TJCE], desembargador Washington Luis Bezerra de Araújo, e pelo diretor do Fórum, juiz Francisco Luciano Lima Rodrigues.

De acordo com o desembargador, as Comarcas de Entrância Final [Maracanaú, Caucaia, Juazeiro do Norte e Sobral], além de Crato e Barbalha, deverão ser as próximas a trabalhar com o processo eletrônico. A inovação visa estender a essas unidades os benefícios da informatização, que possibilita maior celeridade ao trâmite judicial e melhores recursos para a gestão judiciária.

Já o diretor do Fórum ressaltou que todo o projeto de implantação do SAJ no Interior está sendo bem planejado pela atual gestão do TJCE e terá a vantagem de contar com a experiência adquirida previamente em Fortaleza, onde todas as Varas já estão virtualizadas.

Durante o encontro, o secretário de Tecnologia da Informação do TJCE, Moacir da Silva Medeiros, e o diretor de Informática do Fórum, Leandro da Silva Taddeo, explicaram que a primeira etapa para implantação do SAJ é a identificação e correção de eventuais inconsistências dos dados do Sistema Processual, software utilizado atualmente, com os processos físicos.

Em seguida, deverá ocorrer o treinamento de magistrados e servidores e, por fim, a implantação assistida, com a presença, nas unidades, de profissionais especializados.

SECRETARIA JUDICIÁRIA Durante a visita, os magistrados conheceram também a Secretaria Judiciária das Varas da Fazenda Pública de Fortaleza. Implantado no último dia 7 de janeiro, o setor concentra serviços como a produção de mandados, ofícios e cartas, possibilitando que as unidades se dediquem exclusivamente às atividades de produção jurídica. A Comarca de Maracanaú deverá também ganhar, de forma experimental, Secretaria Única.

O coordenador da Secretaria, Clávio Nunes, apresentou os resultados alcançados durante o primeiro mês de atuação, que revelam um incremento de aproximadamente 91% na produtividade.

Participaram do encontro o juiz André Teixeira Gurgel, diretor do Fórum de Sobral; a juíza Flávia Maria Aires Freire Allemão, titular da 2ª Vara Criminal de Maracanaú; e a juíza Teresa Germana Lopes de Azevedo, titular do Juizado Especial de Caucaia.


* Com informações do TJCE
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :