Deputado Roberto Mesquita diz que Dnocs está sendo esvaziado

O deputado Roberto Mesquita [PV] afirmou, durante o tempo de liderança da sessão plenária da última quarta-feira [19], que o problema da seca não vem sendo atacado como deveria. 

Ele salientou que o Dnocs requisitou do Governo Federal 25 máquinas perfuratrizes, mas não foi atendido. Segundo ele, o órgão teve o seu apogeu quando construía açudes, porém, vem sendo esvaziado.

“Nós vemos um órgão morrendo, em estado de coma, e há um verdadeiro descompromisso, inclusive de seus dirigentes. Os engenheiros do Dnocs eram professores universitários, havia técnicos de todas as áreas da engenharia, e hoje o órgão está repleto de diretores indicados por questões politiqueiras”, pontuou.

De acordo com o deputado, o maquinário do órgão é todo muito antigo e sucateado. Mesmo assim, conforme salientou, não há nenhum dirigente defendendo o Dnocs, ou a modernização do órgão. “Não é possível que ninguém reaja a esse sucateamento. O Ministério da Integração Nacional que nega os maquinários é o mesmo que gastou milhões para comprar cisternas de polietileno, que não estão sendo sequer usadas”, criticou.  Conforme o deputado, os equipamentos estão sendo apinhados em diversos pontos do Estado. 

Roberto Mesquita disse que 25 máquinas perfuratrizes custam em torno de R$ 30 milhões, enquanto cada cisterna vale em torno de R$ 4 mil, a unidade. “Qual o sentido de essas cisternas estarem amontoadas, aos milhares, em vários municípios do Estado”?, indagou o deputado.


* Com informações da Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :