A visão de um vale de ossos secos

O capítulo 37 do livro de Ezequiel narra a visão mais grandiosa da vida deste profeta, e é a resposta de Deus ao desespero do povo de Israel, que se encontrava no exílio babilônico, e portanto, muito distante de sua terra natal.

Isto se passa entre os anos 586 até aproximadamente 571 A.C. onde os judeus vivem o desterro na Babilônia, subjugados que foram pelo rei Nabucodonosor.

Em sua visão, o profeta Ezequiel é levado pelo Espírito Santo e é deixado no meio de um vale, um lugar que tinha sido um campo de batalha, e sobre o solo haviam permanecido os cadáveres daqueles que tombaram em combate.

O local estava cheio de ossos humanos, e o Espírito Santo o faz andar sobre eles e estes ossos estavam muito secos.

Súbito, Deus lhe questiona: “Filho do homem, acaso poderão reviver estes ossos?”

“Senhor Deus, tu o sabes.” É a resposta de Ezequiel.

Disse então Deus: “Profetiza a estes ossos e dize-lhes: Ossos secos ouvi a palavra do Senhor. Assim diz o Senhor a estes ossos: Eis que farei entrar o espírito em vós e vivereis. Porei tendões sobre vós, farei crescer carne sobre vós, estenderei pele e porei em vós o espírito, e vivereis. E sabereis que eu sou o Senhor.

Então Ezequiel profetiza conforme lhe fora ordenado e imediatamente ouve ruídos, um barulho de ossos batendo um contra o outro e se ajuntavam cada osso ao seu osso. E Ezequiel vê tendões crescendo sobre os ossos e vê carnes crescendo sobre os tendões e vê pele crescendo sobre as carnes.

E assim são recompostos os corpos de muitos homens. Mas são apenas cadáveres.

E Deus disse a Ezequiel: “Profetiza ao espírito, filho do homem, e dize-lhe: Assim diz o Senhor Deus: Vem dos quatro ventos, ó espírito e assopra sobre estes mortos para que vivam.”

Ezequiel prontamente profetiza como ordenado, e o espírito da vida entrou nos corpos, e eles viveram e se puseram em pé. E um exército numeroso se levantou a partir de um amontoado de ossos ressequidos.

E Deus diz a Ezequiel: “Filho do homem, esses ossos são toda a casa de Israel e eis que dizem: Os nossos ossos se secaram e pereceu a nossa esperança; estamos de todo exterminados.”

E acrescentou Deus: “Portanto profetiza e dize-lhes: Assim diz o Senhor Deus: Eis que abrirei a vossa sepultura e vos farei sair dela, ó povo meu, e vos trarei a terra de Israel. Sabereis que eu sou o Senhor, quando eu abrir a vossa sepultura e vos fizer sair dela, ó povo meu. Porei em vós o meu espírito e vivereis, e vos estabelecerei na vossa própria terra. Então sabereis que eu, o Senhor, disse isto e o fiz, diz o Senhor.

Prezado leitor, o profeta Ezequiel compara os exilados de Israel como um monte de ossos secos estendidos em campo de batalha, e apresenta a libertação destes exilados como um retorno a vida.

Através da visão, descreve de forma simbólica a restauração de Israel e o retorno do povo judeu a terra prometida, a sua nação, após o exílio.

Entendo que é uma passagem bíblica que merece nossa profunda reflexão. Deus pode restaurar absolutamente tudo em nossa vida, basta apenas que sejamos filhos obedientes à sua palavra e depositemos N’Ele, nossa total confiança.

Determine-se, pois, a viver sempre em comunhão com Deus e nunca perca sua presença. Afinal é o nosso modo de viver que determina o quanto Deus trabalha em nosso favor.

Com meu carinho e orando pela sua conversão.


* Texto escrito e enviado por João Antonio Pagliosa
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :