Sesa lança novo projeto de gestão da regulação assistencial

A Secretaria da Saúde do Estado realiza na segunda-feira [6], das 19, às 20h30, videoconferência para o lançamento do Projeto UNISUS WEB, ferramenta informatizada de gestão dos complexos reguladores estadual e municipais.

A videoconferência terá a participação de gestores, coordenadores e diretores das secretarias municipais e Coordenadorias Regionais de Saúde, das centrais macrorregionais e regionais de regulação, das policlínicas, das Unidades de Pronto Atendimento [UPAs 24h], Centros de Especialidades Odontológicas [CEOs], hospitais e unidades ambulatoriais vinculados ao Sistema Único de Saúde [SUS], com transmissão para Fortaleza, na Escola de Saúde Pública do Ceará [ESP/CE], Avenida Antonio Justa, 3161, Meireles; Sobral, no auditório do Hospital Regional Norte [HRN], Avenida John Sanford, 150; e Cariri, no auditório do Hospital Regional do Cariri [HRC], Rua Catulo da Paixão Cearense, s/n, Triângulo, Juazeiro do Norte.

O Projeto UNISUS WEB é um upgrade tecnológico do software UNISUS, atual ferramenta utilizada pela Central de Regulação do SUS [Cresus], instância da Sesa que coordena o Complexo Regulador do Estado. A nova versão do sistema conta com aspectos tecnológicos e funcionais de última geração, operando via internet, com todos os processos e unidades interconectados em tempo real, com informações sintetizadas voltadas para a tomada de decisão e controle efetivo do acesso aos leitos de urgência/emergência e de cirurgias eletivas, agendamento de procedimentos ambulatoriais de médio e alto custo e complexidade. 

O UNISUS WEB agrega conceitos de agilidade e velocidade no tratamento das informações de regulação assistencial do Estado, além de interconectar todas as estruturas prestadoras de saúde pública em uma rede única integrada.

Os complexos reguladores são compostos por uma ou mais centrais separadas por categorias, como as responsáveis por internações, consultas e procedimentos ambulatoriais de média e alta complexidade, dentre outras. Eles ordenam o fluxo de pacientes em cada tipo de atendimento: dos mais básicos aos mais graves. Cabe aos complexos reguladores gerenciar desde a ocupação de leitos hospitalares até o controle dos limites financeiros. 

No Ceará, o Sistema Estadual de Regulação Assistencial é coordenado pela Sesa, sendo composto por unidades operacionais que têm responsabilidades específicas. Esse sistema inclui atividades de quatro naturezas diferentes: Controle, Avaliação, Auditoria e Regulação Assistencial. 

As atividades das três primeiras categorias são desempenhadas diretamente pela Sesa. Já as atividades específicas de Regulação Assistencial, ainda que supervisionadas pela Sesa, são desempenhadas pelo conjunto de Centrais Regionais de Regulação Assistencial, divididas em três macrorregiões [Fortaleza, Sobral e Cariri].



Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :