Projeto indica aplicação de vacina contra HPV em adolescentes

A partir de março, cinco milhões de meninas de 11 a 13 anos de idade deverão ser imunizadas contra o papilomavírus humano [HPV], que previne contra o câncer de colo de útero. 

A vacina quadrivalente, que tem eficácia comprovada contra quatro tipos de vírus da família HPV, 6, 11, 16 e 18, será aplicada gratuitamente nos postos de saúde pelo Sistema Único de Saúde [SUS].  

O debate sobre a prevenção do HPV na Assembleia Legislativa do Ceará resultou na aprovação, em maio de 2011, do projeto de indicação nº 23/11. 

De iniciativa da deputada Fernanda Pessoa [PR], o projeto sugere a prevenção às mulheres de faixa etária de 11 a 12 anos, sugerindo ao Poder Executivo a disponibilização da vacina contra o HPV e câncer de colo de útero nas unidades de saúde pública do Estado. Conforme a propositura, a Secretaria de Saúde do Estado seria a responsável pela regulamentação de Campanha e Programa de Vacinação contra o HPV.

“O câncer do colo do útero é o segundo tumor mais comum entre as mulheres no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer. Infelizmente, por ser diagnosticado tardiamente, na maioria das vezes, 50% das mulheres morrem em cinco anos após o diagnóstico, totalizando mais de cinco mil óbitos por ano no Brasil”, apontou Fernanda Pessoa.

Conforme a parlamentar, estudos mostram que 99,7% dos casos de câncer de colo do útero são causados pela contaminação por HPV, que provoca mudanças nas células de revestimento da região. “A mulher que teve um exame positivo para HPV não traduz que tem ou vai ter as lesões. Na maioria das vezes, a mulher que entrou em contato com o vírus poderá eliminá-lo sem saber que teve contato. Essa mulher será beneficiada com a vacinação”, ressaltou. Fernanda Pessoa alertou ainda que a vacina não é recomendada para mulheres grávidas, que devem aguardar o final da gestação.

O Ministério da Saúde, segundo divulgado na imprensa, distribuirá quatro milhões de doses, de um total de 15 milhões, a um custo de R$ 465 milhões. E, em 2015, meninas da faixa etária de nove anos também deverão ser imunizadas contra o papilomavírus humano [HPV], uma vez que estudos indicam uma maior eficácia antes do início da vida sexual.  Em nível nacional, será a primeira vez que a população terá acesso gratuito a esse tipo de vacina.


* Com informações da Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :