Projeto Educação Social encerra 2013 com o total de 170 palestras em 79 escolas da Rede Pública Estadual

O projeto Educação Social, uma parceria da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado [CGE] com a Secretaria da Educação [Seduc], encerrou suas atividades no ano de 2013 com o total de 170 palestras realizadas em 79 escolas da Rede Pública Estadual de Ensino, atendendo 10.481 alunos. 

O projeto tem como finalidade contribuir para a melhoria do exercício da cidadania, conscientizando a população para a prática do controle social das ações do Governo do Estado do Ceará.

Com uma média de 60 alunos por palestra, o projeto, inicialmente lançado em escolas públicas estaduais da região metropolitana de Fortaleza, contou também com apresentações realizadas para alunos e professores do Mestrado de Políticas Públicas da Universidade Estadual do Ceará [UECE] e com palestras no município de Canindé, como parte do início de interiorização do projeto.

Em pesquisa feita nas escolas participantes, a palestra Caminhos da Cidadania contou com o índice de 92% de aprovação entre os alunos entrevistados. Segundo o Secretário de Estado Chefe da CGE, João Alves de Melo, este resultado demonstra como o projeto foi bem aceito pelos alunos.

"Pela boa aceitação do projeto, vamos dar continuidade a ele em 2014 dentro da cadeia de escolas públicas estaduais, e, posteriormente, ampliar sua atuação junto à escola pública municipal e por último na rede privada de ensino. Esperamos atingir o objetivo visado desde o início, que é o de gerar cidadãos capazes de exercer o controle social na gestão pública", afirmou.         

As duas últimas palestras do projeto deste ano foram realizadas para alunos do Instituto Cearense de Educação de Surdos [ICES]. Com o auxílio de intérpretes da escola, o orientador da Célula de Transparência e Ética da CGE, Tiago Peixoto, e a Técnica em Atendimento, Estefânia Pinho, ministraram palestra para cerca de 120 alunos do Instituto. 

O evento contou com a presença da diretora do ICES, Débora Vasconcelos de Souza Conrado. Atualmente, com mais de 52 anos de existência, o ICES é a única instituição pública do Estado destinada exclusivamente para a educação dos surdos.

Para o orientador Tiago Peixoto, foi uma experiência única e gratificante apresentar a palestra para os alunos do ICES. "Os estudantes se mostraram muito atenciosos e interessados no tema. É fundamental que eles tenham conhecimento sobre o assunto para que possam entender a importância da prática do controle social", ressaltou. 


* Com informações da Assessoria de Comunicação da CGE
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :