Dom Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva

Nasceu na freguesia de Quixeramobim, no dia 31 de outubro de 1863. Desde tenra idade que tinha aspiração ao sacerdócio. Começou de estudar em sua terra natal com um professor público de latim, ali existente.

Em 1881, matriculou-se no seminário de Fortaleza, galgando o terceiro anno de preparatórios. Neste querido santuário de onde saiu uma lustrosa e veneranda plêiade de sacerdotes, é que o jovem estudante encontrou um campo próprio para aperfeiçoar sua vocação e mais estímulo para consagrar-se à santa vida sacerdotal.

Desde moço, soube impor-se aos seus condiscípulos por uma compostura e seriedade precoces que, mais tarde,seriam ornamentos que deviam brilhar no futuro bispo do Crato [....]

A 19 de junho de 1887, recebeu das mãos de Dom Joaquim a ordem de presbytero. Pouco tempo depois, foi mandado a coadjuvar o  octogenário Parocho de Missão – Velha, Padre Félix Arnaud Formiga. Escrevendo o Sr. D. Joaquim ao  Padre Felix quando provisionou o novel sacerdote, assim se exprimiu: “ envio o V. Revma para coadjuctor, um anjo, a pérola do meu seminário.[...] 

Em 1889, deixou a coadjuctoria de Missão  Velha e veio leccionar neste Seminário. Era o Crato o lugar predestinado por Deus para servir de theatro ao zelo do padre Quintino [...] Foi em 1900, o substituto de Monsenhor Antonio Alexandrino, no parochiato do Crato.Neste cargo, permaneceu quinze annos... Em 1912 foi agraciado com o título de camareiro do Papa...

A 10 de março de 1915, foi preconizado Bispo do Crato. A sua sagração ocorrida na Bahia, no ldia 31 de outrubro deste mesmo anno, assistiu um grande número de bispos e celebraram D. Jeronymo Thomé da silva, D. Manoel da Silva Gomes e D. José Thomaz, representante de D. Manuel Antonio de Oliveira Lopes. Tomou posse da diocese no dia 1º de janeiro 1916. Desta data até hoje S. Exa Revma tem sido  a alavanca do progresso do Crato e do  bispado... São obras suas O Collégio Diocesano.... Colégio Santa Tereza de Jesus... O Banco do Cariry... O Crato conta em S Exa. O seu melhor amigo, o seu mais decidido defensor, um bemfeitor que se sacrifica por que a nossa cidade progrida e floresça.

Deus dilate, por muitos annos a preciosa vida do repeitável prelado, para a felicidade desta diocese.

Referencia Bibliográfica:

Album Histórico do Seminário Episcopal do Crato Em comemoração ao cincoentenário de sua fundação Rio de Janeiro TVP Revista dos Tribunaes – Rua do Carmo, 55. Anno 1925.

Transcrição: Luiz Domingos de Lima


* Texto escrito e enviado por Luiz Domingos de Luna - Professor da Escola de Ensino Fundamental e Médio Monsenhor Vicente Bezerra – Aurora, Ceará [E-mail: falcaodouradoarte@hotmail.com].
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :