TJCE empossa juízes Mário Parente e Edna Martins no cargo de desembargador

O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará [TJCE] empossou, na última quinta-feira [14], os juízes Mário Parente Teófilo Neto e Maria Edna Martins no cargo de desembargador. 

Familiares, amigos e autoridades participaram da solenidade, presidida pelo chefe do Judiciário cearense, desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido.

Representando o Pleno, o desembargador Washington Luis Bezerra de Araújo deu as boas-vindas aos novos integrantes. O magistrado enalteceu as qualidades e falou sobre a trajetória de Mário Parente e Edna Martins, que agora realizam “o sonho de todo juiz”. Por fim, desejou que eles tragam “a fortaleza de seus bons propósitos para o engrandecimento desta Casa da Justiça.”

O discurso de agradecimento foi proferido por Mário Parente, que representou também a nova desembargadora. Ele destacou a alegria de assumir o cargo e afirmou ter esperança em um Judiciário “mais forte, atuante, comprometido com os legítimos interesses da sociedade, garantidor dos reais valores que devem nortear o bom convívio social, a verdadeira paz entre os homens”.

Edna Martins falou da emoção dessa nova etapa da carreira. Disse que o momento é de renovação do juramento feito ao ingressar na magistratura. “Procurarei sempre as melhores soluções para os conflitos, esperando assim contribuir para o prestígio deste Tribunal e para um bom serviço à comunidade”.

Os novos membros da Justiça de 2º Grau foram eleitos durante sessão do Pleno do TJCE, realizada no último dia 1º. Mário Parente, que era titular da 10ª Unidade Especial Cível e Criminal de Fortaleza [JECC], foi eleito pelo critério de merecimento. O magistrado vai ocupar a vaga decorrente da aposentadoria do desembargador João Byron de Figueiredo Frota.

Já Maria Edna Martins estava à frente da 6ª Vara de Família do Fórum Clóvis Beviláqua. A magistrada foi eleita pelo critério de antiguidade para a vaga deixada com a aposentadoria do desembargador Manoel Cefas Fonteles Tomaz.

Com a posse dos dois, o Pleno do Tribunal volta a funcionar com 43 desembargadores.

As seguintes autoridades formaram a mesa do evento: ministro do Superior Tribunal de Justiça [STJ], Raul Araújo Filho; procurador Geral do Estado, Fernando Oliveira, representando o governador Cid Gomes; presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado José Albuquerque; procurador Geral do Município de Fortaleza, José Leite Jucá Filho, representando o prefeito Roberto Cláudio; presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Walter Cavalcante; procurador Geral de Justiça, Ricardo Machado; diretor do Fórum Clóvis Beviláqua, juiz Francisco Luciano Lima Rodrigues; Major Jorge Luiz Mendes de Assis, chefe da Divisão Jurídica da 10ª Região Militar, representando o Gal. Carlos César de Araújo Lima; a conselheira do Tribunal de Contas do Ceará, Soraia Victor; e a secretária Geral do TJCE, Chrystianne dos Santos Sobral.

Também participaram da solenidade o presidente da Associação Cearense de Magistrados [ACM], juiz Ricardo Barreto; o vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Ceará [OAB/CE], Ricardo Bacelar, a subdefensora Geral, Maria Angélica Mendes Bezerra, e o professor Erick Cysne, representando o diretor do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade de Fortaleza [Unifor], entre outras autoridades.

PERFIS

MÁRIO PARENTE TEÓFILO NETO - Nasceu em Fortaleza em 4 de abril de 1965. É filho de Francisco Walter Leite Teófilo e Maria Aparecida Carvalho Teófilo, e casado com Maria Irles Antero Braga Teófilo.

Foi nomeado juiz substituto no dia 27 de março de 1992, assumindo no dia 1º de abril do mesmo ano a titularidade da Vara Única da Comarca de Ubajara, distante 329 km da Capital. Foi promovido pelo critério de merecimento, em maio de 1993, para Juiz Zonal da Comarca de Crateús.

Também por merecimento, Mário Parente obteve a promoção,em setembro de 1994, para titular da 5ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal [JECC] de Fortaleza. Em janeiro de 1997, o magistrado assumiu a 10ª unidade do JECC.

MARIA EDNA MARTINS - Nasceu em Fortaleza no dia 17 de fevereiro de 1956. É filha de Francisco José Martins e Zilma Landim Martins. Ingressou na magistratura em 25 de junho de 1984 como juíza substituta da Vara Única da Comarca de Guaraciaba do Norte.

Pelo critério de antiguidade, foi promovida, em outubro de 1990, para Comarca de Redenção. Pelo mesmo critério, foi promovida para o Crato em dezembro de 1991. Em seguida, assumiu a titularidade da 1ª Vara de Maranguape. Pelo critério de merecimento, obteve promoção para 6ª Vara de Família em janeiro de 1994.


* Com informações do TJCE
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :