Heitor Férrer diz que mortes em acidentes são frutos das péssimas rodovias

O deputado Heitor Férrer [PDT] fez pronunciamento na última quinta-feira [31], durante a ordem do dia da Assembleia Legislativa, para destacar que no ano passado foram 42 mil pessoas mortas nas rodovias. 

“São 3.570 mortes por mês, ou 119 brasileiros mortos por dia, e famílias sofrendo a dor de uma perda abrupta em um acidente no trânsito”, alertou. 

Citando matéria do jornal Diário do Nordeste, Heitor disse que um dos motivos que concorre para isso são estradas de péssimas qualidades construídas por empreiteiros, “que bancam campanhas eleitorais, e tiram o investimento nas construções”.

Ele destacou que estradas que deveriam ser em um padrão de qualidade foram identificadas como de péssima qualidade. “Auditoria do Tribunal de Contas da União detectou que em um trecho de 60 km na BR-116, 63% está comprometido com revestimento de péssima qualidade. Isso mostra o desrespeito dos construtores do Brasil com toda a população”, avaliou. 

Para Heitor, alguém está lucrando à custa da insegurança da população, haja vista que o Governo paga por uma estrada boa e o empreiteiro “faz essa maldade”. Conforme explicou, na Espanha 59 pessoas morrem para cada milhão de pessoas. “Aqui são 225 pessoas por milhão de habitante, o que representa 381% a mais”, comparou. 


* Com informações da Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :