Cine Boró estreia mês do "Riso Universal" com Charlie Chaplin

O "riso universal". Este é o tema para mais um mês de exibições especiais do Cine Boró. E ninguém melhor para inaugurar as cinco semanas com filmes e curtas de comédia que o mestre Charlie Chaplin.

Sem palavras, mas com forte expressão gestual,  Charlie Chaplin imortalizou na figura de Carlitos o riso em meio a um mundo coberto pela primeira guerra mundial. E serão curtas com o eterno Carlitos que o Cine Boró levará à telona neste sábado [16].

As exibições acontecem gratuitamente, a partir de 19h30, no Centro Cultural José de Oliveira Neto [JON], na Rua General Piragibe ["Rua do Meio"], próximo da Igreja Matriz da Expectação.

SORRISO Durante cinco semanas [16, 23 e 30 de novembro e 7 e 14 de dezembro], o Cine Boró irá apresentar as principais figuras do humor em pano mundial e nacional. Chaplin, Os Três Patetas, Mazzaropi, O Gordo e o Magro e Os Trapalhões estarão reavivando o sorriso de quem irá conferir estas figuras do humor.

Neste primeiro momento, serão apresentados curtas metragens de Carlitos, um andarilho pobretão que possui todas as maneiras refinadas e a dignidade de um cavalheiro. A figura que faz parte do imaginário mundial veste um fraque preto esgarçado, calças e sapatos desgastados e mais largos que o seu número, um chapéu-coco ou cartola, uma bengala de bambu e um pequeno bigode-de-broxa.

CHARLES CHAPLIN Charles Spencer Chaplin, mais conhecido como Charlie Chaplin, foi um ator, diretor, produtor, humorista, empresário, escritor, comediante, dançarino, roteirista e músico britânico. Chaplin foi um dos atores mais famosos da era do cinema mudo, notabilizado pelo uso de mímica e da comédia pastelão. É bastante conhecido pelos seus filmes O Imigrante, O Garoto, Em Busca do Ouro, O Circo, Luzes da Cidade, Tempos Modernos, O Grande Ditador, Luzes da Ribalta, Um Rei em Nova Iorque e A Condessa de Hong Kong.

NO ESCURINHO DO CINE BORÓ O projeto "Cine Boró" é gratuito e teve início no último dia 27 de julho, com a realização da Associação Filhos e Amigos de Icó [Amicó] e apoio do Grupo de Teatro Arte da Ribeira [GTAR], Escola de Música Arte Livre e site Icó é Notícia.

O cineclube surgiu com o objetivo de homenagear Francisco Ferreira da Silva [in memoriam], conhecido popularmente como "Boró". Incentivador e fomentador do Cinema e da Música em Icó, Silva marcou a História de Icó apresentando a sétima arte no município icoense e de forma itinerária em diversos estados do Brasil.

A partir desta importância de um trabalho de décadas, a Amicó apresenta a proposta de homenagear o trabalho de "Boró" pelo Cinema em Icó e reavivar e apresentar às diversas gerações o amor à película.
Publique no Google Plus

Publicado por Jornalismo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Comentar no Site
    Comentar usando o Facebook

0 comentários :